Weby shortcut
1

UFG visa acordo de preservação no Rio Araguaia

O objetivo do pacto é reverter a escassez de peixes no rio Araguaia 

O reitor da UFG, Edward Madureira, e a vice-reitora, Sandramara Matias, receberam hoje (03/12) representantes da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), o deputado federal, Elias Vaz, e representantes da Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-Goiás) e da Universidade Estadual de Goiás (UEG), para tratarem de um acordo de cooperação referente às discussões  do desenvolvimento de um projeto para o repovoamento de espécies nativas de peixes do Rio Araguaia. Um dos objetivos da reunião é reverter a escassez de peixes no rio e incentivar o turismo de pesca em Goiás. 

Com área de aproximadamente 920 mil km², a região hidrográfica Tocantins-Araguaia, passou a ser de  atuação da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba, conforme Lei nº 13.702/2018 e da Resolução nº 080 de 14 de fevereiro de 2019. 

O acordo em discussão, prevê ações  a serem executadas, que incluem: o diagnóstico das bacias Araguaia e Tocantins, a identificação dos projetos potenciais, a visitação das estruturas das instituições parceiras, além da implementação do projeto de piscicultura e de educação ambiental.

 Esta é a segunda vez que o deputado federal, Elias Vaz,  participa de uma reunião sobre este tema com a UFG. Segundo o parlamentar, que é o autor da ideia, o recurso para o projeto já está garantido para 2020 a partir de emenda parlamentar. Ao final do encontro ficou decidido que vão ser programadas datas para a visitação das estruturas das instituições parceiras e também será marcado um dia para a assinatura do protocolo de intenções. 

reunião

Categorias: notícias