print app TJ

UFG contribui em aplicativo para o combate à violência doméstica e familiar

Iniciativa reúne diversas instituições públicas e da sociedade civil

Texto: Ana Paula Vieira

Imagem: Reprodução Zoom


A UFG participou, na manhã desta terça-feira (23/11) de uma solenidade simbólica de assinatura de termo de cooperação para o desenvolvimento e implantação de um aplicativo para o combate à violência doméstica e familiar, bem como atendimentos de segurança à mulher em situação de violência doméstica e familiar em Goiás. A ferramenta, chamada “Appenha”, é objeto de cooperação entre o Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, Ministério Público de Goiás, Defensoria Pública do Estado, Secretaria Estadual de Segurança Pública, Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social, Polícia Militar de Goiás, Prefeitura de Goiânia, Secretaria Municipal de Políticas para Mulheres, Agência da Guarda Civil Metropolitana de Goiânia, Assembleia Legislativa do Estado de Goiás, UFG e OAB-GO. 

A UFG contribuirá no desenvolvimento do aplicativo por  meio da Fábrica de Software do Instituto de Informática (INF), que participa da definição do projeto e da melhor forma de trabalhar os serviços agregados à plataforma. Segundo o coordenador da Fábrica de Software, Leonardo Alves, trata-se de “uma plataforma de comunicação parecida com apps de conversa, mas é tecnicamente um botão de pânico para a mulher que está sofrendo violência doméstica”. Por meio da ferramenta, será possível solicitar ajuda e ações no sentido da proteção da vítima. 

A presidente da coordenadoria da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar, desembargadora Sandra Regina Teodoro Reis, destacou a integração entre órgãos públicos, entidades do setor privado e da sociedade civil para a realização das iniciativas. “Esse ato de hoje representa a sintonia e o engajamento de todos. Todos estão com muita vontade de fazer o trabalho e que dê tudo de certo. É um ânimo para o nosso trabalho”, disse a desembargadora.

A pró-reitora de Assuntos Estudantis da UFG, Maisa Silva, representou a Reitoria da Universidade no evento e parabenizou pela iniciativa. “Nós, da UFG, vemos com muito bons olhos e apoiamos integralmente as iniciativas que buscam mudar a realidade dessa sociedade. São inaceitáveis os padrões de violência de gênero no nosso país. Contem com a UFG”, enfatizou Maisa. 

Além da cooperação para o desenvolvimento do app, também foram assinados outros termos para projetos de educação e justiça e campanha Sinal Vermelho. A solenidade integrou a programação da 19ª Semana da Justiça pela Paz em Casa, que segue até a próxima sexta-feira, 26/11. 

Também participaram o diretor do INF/UFG em exercício, Iwens Sene, e autoridades de instituições públicas e da sociedade civil parceiras da iniciativa. 

 

Fonte: Reitoria Digital UFG

Categorias: Notícias