Palestra reitor

“No futuro teremos uma nova universidade, um novo equilíbrio entre o presencial e o remoto”, afirma reitor

Edward Madureira foi o palestrante do programa Diálogos em Pesquisa e Inovação, realizado pela PRPI

Texto: Fabrício Soveral
Foto: Wesley Menezes

Palestra reitor

O reitor da UFG, Edward Madureira, foi o palestrante do programa Diálogos em Pesquisa e Inovação, realizado pela Pró-Reitoria de Pesquisa e Inovação (PRPI), na tarde desta quinta-feira (25/2). A palestra, realizada de forma on-line, abordou o tema “Universidade, Ensino e Pesquisa em tempos de Covid-19”, e foi mediada pelo pró-reitor da PRPI, Jesiel Carvalho.

Edward iniciou a palestra contando detalhes sobre o início do enfrentamento à pandemia que logo exigiu uma decisão da gestão da Universidade. “Quando tomamos a decisão em março do ano passado, considerada ousada na época, de suspender as atividades acadêmicas por 15 dias, pensávamos que em abril voltaríamos para a realidade, ninguém imaginava o que aconteceria com as nossas vidas desde então”.

Depois desta decisão, o reitor lembrou as várias ações desenvolvidas pela UFG no enfrentamento de problemas que envolveram a comunidade universitária e a sociedade em geral. Ele destacou ações como a produção de máscaras, álcool em gel e face shields; a recuperação de respiradores mecânicos; o desenvolvimento de testes rápidos para a Covid-19; os estudos de sequenciamento do vírus; as modelagens sobre a evolução da doença em Goiás, entre outros.

Em todas as ações, Edward afirmou que foi importante o compartilhamento do conhecimento e a integração entre diferentes áreas. “A Universidade pública, desacreditada por uns, atacada por outros, e ainda alvo de calúnias, mostrou a sua força e a sua importância para o desenvolvimento e melhoria das sociedades”.

Sobre a questão do ensino, o reitor da UFG disse que o aumento das atividades presenciais só será realizado “quando o bom senso e a prudência sinalizarem que é possível”. Mesmo assim, a Universidade viverá uma nova realidade, com presencialidade, mas com um novo equilíbrio.

“Já estamos num modelo híbrido em que predominam as atividades remotas, assim que possível vamos migrar para um aumento das atividades presenciais em detrimento das remotas, até chegar naquilo que imagino que será uma nova realidade. No futuro teremos uma nova universidade, um novo equilíbrio entre o presencial e o remoto, esses tempos de pandemia nos mostrou que é possível”, afirmou Edward.

Vice-reitora

A vice-reitora da UFG, Sandramara Matias, fez uma participação no evento da PRPI e destacou a capacidade de reinvenção da comunidade universitária e de oferecer soluções no enfrentamento dos problemas causados pela pandemia.

“Temos certeza que esse conjunto de ações, essas soluções de forma coletiva, colocaram a UFG, a universidade pública, hoje num patamar de maior reconhecimento ainda pela sociedade como um todo”,  frisou Sandramara.

Fonte: Reitoria Digital/ UFG

Categorias: notícias PRPI