Câmara de Goiânia

Reitor destaca atuação da UFG no combate à pandemia em sessão da Câmara

Edward Madureira participou da Tribuna Livre da Câmara de Vereadores de Goiânia, nesta quinta-feira (11/2)

Texto: Ana Paula Vieira
Fotos: Salvio Farias

Câmara de Goiânia 2

O reitor da UFG, Edward Madureira, participou de sessão da Câmara dos Vereadores de Goiânia nesta quinta-feira (11/2) e fez uso da palavra durante a Tribuna Livre, apresentando uma prestação de contas das ações da Universidade no enfrentamento da pandemia de Covid-19.

Edward enfatizou que a UFG não parou em nenhum momento durante os onze meses de pandemia e listou ações desenvolvidas por professores, estudantes e técnicos-administrativos. Entre elas, a produção de cerca de 25 mil protetores faciais, 200 mil máscaras de tecido e outros Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), produção de álcool em gel, manutenção de respiradores e desenvolvimento de um protótipo desse tipo de equipamento, lives culturais, auxílio psicossocial à comunidade acadêmica, mais de 20 mil testes PCR realizados em laboratórios da UFG. Na pesquisa, alguns exemplos citados pelo reitor são o desenvolvimento de testes rápidos para diagnóstico de Covid-19 e a criação de um desinfetante; na extensão, foram realizados eventos e a campanha UFG Solidária, para apoio a grupos em situação de vulnerabilidade social.

Ainda na área da saúde, o reitor destacou a entrega do novo prédio do Hospital das Clínicas (HC) e a atuação da unidade no tratamento de pacientes com Covid-19, inclusive atendendo pessoas de Manaus. Durante sua fala, o reitor também lembrou a adoção do Ensino Remoto Emergencial na UFG e as iniciativas da Universidade para garantir que os estudantes tivessem equipamentos, internet e condições para acompanharem as atividades com qualidade, isonomia e segurança. Depois de listar algumas das ações da UFG, Edward analisou: “Todo esse potencial esteve a serviço da nossa sociedade. Sem dúvida nenhuma a pandemia teria sido mais grave na nossa cidade e eu diria no nosso país, caso as universidades federais não tivessem dado todo esse apoio”.

O reitor da UFG também pontuou que mesmo diante de tantas iniciativas em prol da sociedade, a instituição tem sofrido com a questão do financiamento: “Em 2021, o orçamento da UFG projetado na PLOA, para despesas correntes, é de R$ 47 milhões para uma despesa de R$ 72 milhões que são recursos para manutenção, para movimentar toda essa máquina que vocês viram a serviço da população”. Edward contou ainda sobre a instalação de uma usina fotovoltaica na UFG, com o objetivo de reduzir gastos com energia: “Estamos fazendo nossa parte. A gente quer contar com a Câmara, com o município e o estado para que a gente possa continuar contribuindo com o desenvolvimento de Goiás”.

 

Egressos

Após a fala do reitor, o vereador Anselmo Pereira, que presidiu a sessão, convidou o presidente da Associação de Egressos e Egressas da UFG, Eliomar Pires Martins, para que fosse oficializada a filiação dos vereadores Mauro Rubem e Aava Santiago à entidade.

A vereadora Aava Santiago, egressa do curso de Ciências Sociais da UFG, agradeceu a formação recebida na Universidade e destacou o Dia Internacional de Mulheres e Meninas na Ciência, que é celebrado nesta quinta-feira (11/2). “A UFG é gigante. Foi ali que aprendi a utilizar instrumentos e métodos para aplicar a ânsia por um mundo mais justo. Mas ainda existem desafios e abismos e um deles é a desigualdade entre homens e mulheres. Ainda somos menos de 30% de quem termina o doutorado porque as atividades domésticas ainda recaem majoritariamente sobre nós e somos nós que mudamos as nossas vidas quando os filhos vêm. Lugar de mãe é na ciência”.

Mauro Rubem é especialista em saúde pública pela UFG e defendeu a importância da universidade para o desenvolvimento de Goiânia e do estado: “A UFG produz conhecimento, tecnologia, desenvolvimento, gera a maior riqueza de uma sociedade: a preparação, o conhecimento, a graduação, a pesquisa para uma sociedade se desenvolver. Proponho que essa casa promova o requerimento às instâncias necessárias para garantir o orçamento que a universidade precisa”.

Os vereadores Bessa e Dr. Gian também se pronunciaram em defesa da UFG e do apoio da Câmara à instituição. “É necessário que tenhamos sim uma preocupação especial com as universidades para a continuidade da pesquisa e da ciência. Nesse mundo 3.0, a pandemia mostrou a necessidade de investir em ciência. Os países que investem saíram muito à frente”, disse Bessa. Dr. Gian parabenizou pelo novo HC-UFG e declarou sua disposição em contribuir: “Essa casa é uma parceria para mandar recursos, emendas, para que vocês continuem cuidando da população do Estado de goiás. Fico muito feliz pelo trabalho em combate à covid-19”.

Câmara de Goiânia

Câmara de Goiânia 1

 

Source: Reitoria Digital/ UFG

Categories: notícias Câmara Municipal de Goiânia Egressos