resoluções-site

Divulgadas resoluções e diretrizes sobre atividades acadêmicas no ensino remoto

Resoluções aprovadas pelo Consuni e diretrizes didático-pedagógicas estão disponíveis para consulta 

Texto: Ana Paula Vieira

Foto: Wesley Menezes

Após aprovação do Conselho Universitário (Consuni) na última sexta-feira (14/8), foram publicados os seguintes documentos sobre a retomada das aulas na UFG na modalidade de Ensino Remoto Emergencial (ERE): Resolução Consuni nº 33/2020, que franqueia regras do Regulamento Geral dos Cursos de Graduação (RGCG) enquanto durar a pandemia do novo Coronavírus e até nova deliberação; Resolução Consuni nº 34/2020, que aprova Instrução Normativa sobre procedimentos relativos a todas as atividades escolares da educação básica e acadêmicas da graduação no modo de ensino remoto; e a Resolução Consuni nº 35/2020, que aprova o novo Calendário Acadêmico da UFG para o ano letivo de 2020. Além das Resoluções, por iniciativa da Pró-Reitoria de Graduação (Prograd), também foram divulgadas as “Diretrizes didático-pedagógicas para a organização do ensino remoto na UFG”, um e-book em formato de perguntas e respostas. 

Conforme deliberação anterior do Consuni, o semestre 2020/1 será retomado no dia 31 de agosto de maneira remota e as resoluções trazem detalhes sobre a oferta de disciplinas, prazos de matrícula, carga-horária, estágios, frequência, entre outros assuntos. O franqueamento do RGCG, por exemplo, permitiu a possibilidade de liberação de pré-requisitos e/ou corequisitos ou conversão de pré-requisito em co-requisito, para aplicação em caráter temporário, mediante avaliação do Conselho Diretor da Unidade Acadêmica ou Colegiado da Unidade Acadêmica Especial, ouvidos os respectivos NDEs dos cursos. De acordo com a Instrução Normativa nº 01/2020, as unidades acadêmicas e as unidades acadêmicas especiais deverão publicar em seus sítios eletrônicos, até o dia 21 de agosto, os componentes curriculares que terão pré-requisitos e/ou co-requisitos liberados.

A Instrução Normativa nº 01/2020 explica que as atividades remotas poderão ser propostas de forma síncrona (em que é necessária a participação dos estudantes e professor no mesmo instante e no mesmo ambiente virtual) e/ou assíncrona (quando não é necessário que os estudantes e professores estejam conectados ao mesmo tempo para que as tarefas sejam realizadas) e traz ainda informações sobre Planos de Ensino, frequência, além dos apêndices sobre tipos de oferta e fluxos. 

As aulas do semestre 2020/1 terminam no dia 22 de janeiro de 2021 e, além dos eventos do período letivo, a Resolução do Calendário Acadêmico abrange a contagem dos dias letivos do Cepae e dos câmpus Colemar Natal e Silva, Samambaia, Aparecida de Goiânia e Regional Goiás (Anexo B) e os feriados, pontos facultativos, recessos acadêmicos e comemorações (Anexo C). A pró-reitora de Graduação da UFG, Jaqueline Civardi, enfatizou a importância de a comunidade acadêmica conhecer os documentos: “É muito importante que todos conheçam profundamente esses materiais de tal forma que facilite o processo de execução dessas atividades no contexto do ensino remoto emergencial. Sabemos que a tarefa vai nos exigir muito; estávamos acostumados com um cenário e estamos entrando dentro de um outro cenário que é muito novo para nós, mas a despeito desses desafios, acreditamos que todos juntos possamos conseguir passar por ele unidos e buscar melhores alternativas para esse momento”. 

Jaqueline ressaltou ainda que as normas publicadas foram construídas de forma dialogada, participativa e democrática, após um processo de discussão estabelecido pela Prograd por meio de uma série de reuniões com cerca de 30 unidades acadêmicas, Cepae e Regional Goiás. “Estas reuniões contaram com diferentes representantes, sendo gestores, diretores, vice-diretores, coordenadores de cursos, membros de Núcleos Docentes Estruturantes (NDEs) e estudantes. Várias questões foram pontuadas nos debates que realizamos, recebemos sugestões e propostas e, diante disso, entendemos pela elaboração desses três documentos, que também foram trabalhados no âmbito do GT da Graduação e da Educação Básica, coordenados pela Prograd, e no GT que trata da utilização das Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação (TDICs) na UFG, coordenado pela vice-reitora Sandramara Matias”, explicou a pró-reitora.




Fonte: Reitoria Digital/UFG

Categorias: Notícias