UFG Reitoria

Conselho Universitário da UFG aprova instrução normativa para ensino remoto

Unidades acadêmicas poderão liberar pré-requisitos e co-requisitos de disciplinas para a matrícula dos estudantes

Texto: Fabrício Soveral

O Conselho Universitário (Consuni) da Universidade Federal de Goiás (UFG) realizou uma sessão extraordinária, na tarde desta sexta-feira (14/8), para discutir e aprovar procedimentos relativos ao retorno das aulas. A Universidade vai reiniciar o semestre 2020/1 no próximo dia 31 de agosto, no modo de Ensino Remoto Emergencial (ERE), com o uso de tecnologias digitais de informação e comunicação.

Em um primeiro momento, os conselheiros votaram uma proposta de franqueamento das regras do Regulamento Geral dos Cursos de Graduação (RGCG). Entre os artigos aprovados está a possibilidade das unidades acadêmicas liberarem, após avaliação, pré-requisitos e co-requisitos das disciplinas. Desta forma, o estudante pode seguir evoluindo no curso mesmo que algum componente da matriz curricular não seja ofertado nesse momento.

Depois foi apreciada a proposta de instrução normativa sobre os procedimentos relativos às atividades acadêmicas da educação básica e graduação no modo de ensino remoto. Foi aprovado que as unidades acadêmicas deverão publicar em seus sítios eletrônicos, até o dia 21 de agosto, os componentes curriculares que terão pré-requisitos e co-requisitos liberados.

O Consuni também aprovou que as turmas dos componentes curriculares que não forem possíveis de serem realizadas no modo remoto - por motivos de práticas profissionais, práticas em laboratórios especializados e alternância pedagógica (tempo na UFG e tempo na comunidade) - vão se manter parcialmente ou integralmente suspensas até nova deliberação.

As atividades remotas poderão ser realizadas de forma síncrona (participação dos estudantes e professores no mesmo ambiente virtual e no mesmo instante) e assíncrona (quando não é necessário que os estudantes e professores estejam conectados ao mesmo tempo para que as tarefas sejam realizadas). Os dois modelos de atividades também poderão ser combinadas na mesma disciplina.

A instrução normativa completa com as alterações propostas e aprovadas pelos conselheiros será publicada na semana que vem em forma de resolução.

O reitor da UFG, Edward Madureira, e a vice-reitora, Sandramara Matias, que presidiram a sessão, destacaram o esforço da Pró-Reitoria de Graduação (Prograd) na elaboração das normas que possibilitam o retorno das aulas de forma remota levando em conta os desafios que docentes e discentes vão enfrentar. “A retomada das aulas na UFG é um grande esforço conjunto, a Prograd está trabalhando arduamente, as unidades acadêmicas estão fazendo a parte delas, temos a certeza que com união vamos superar mais esse obstáculo”, ressaltou o reitor.

Fonte: Reitoria Digital/UFG

Categorias: Notícias Consuni ERE Prograd